quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Tropas em acção (Ambush Blitz)
2nd DBA Eurocup
Porto, dias 21 e 22 de Junho de 2003
2nd Individual Championship - International Wargame Federation
Roma, dias 11 e 12 de Julho de 2009
A BT há uma série de anos que tem sido uma "forma" aglutinadora de pessoas do Norte se encontrarem e praticarem Wargames, numa diversidade sem limites.
Os jogos de guerra permitiram-me fazer um número de amigos e conhecer outros amantes do mesmo hobby. É com grande alegria que posso verificar que a sua evolução ao longo do tempo mudou a forma de pensar daqueles que o apelidavam de jogo de crianças.
Pessoalmente, tenho a mente aberta a todo o tipo de regras, no entanto tenho 2 épocas históricas preferidas - antiguidade e o período da 2 Guerra Mundial, razão pela qual gosto muito de jogar DBA e as novas regras para a escala 1/144 - Ambush Blitz (da qual já possuo modelos suficientes que me permitem jogar vários cenários, com Alemães, Italianos e Franceses).
O DBA (De Bellis Antiquitatis), apesar de parecer estar moribundo em Portugal, foi inicialmente [assim como outros conjuntos de regras - Tanks da Vae Victis, Section D'Assault, Panzer Angriff e outras adaptações individuais de regras], o ponto de união de várias vontades, cujo auge culminou com o Campeonato Europeu de DBA realizado no Museu Militar do Porto nos dias 21 e 22 de Junho de 2003, e que contou com participantes nacionais, de Espanha, França, Itália e Inglaterra.
Há poucos anos atrás, facilmente se encontravam parceiros para um jogo de DBA, hoje já não é assim. Em 2009, tive a oportunidade de participar no Campeonato Europeu de DBA, realizado em Roma, acompanhado de 2 bons amigos, 1 de Lisboa e outro do Porto, apesar do escasso treino (nenhum), a nossa participação saldou-se por uma excelente qualificação.
Partilho da opinião do JF acerca do AmbushBlitz, agradou-me particularmente o torneio "The One Day Campaign: 39-41" realizado em Lisboa, onde foi possível testar a comprovar as regras em competição, as quais me pareceram equilibradas e de excelente realismo. A versatilidade das regras é tão grande, que já por diversas vezes fizemos jogos com as mesmas, em que em poucos minutos, criamos cenários autónomos com forças e objectivos equilibrados.
Além do wargames, também sou grande apreciador de história militar, gosto de pesquisar acerca dos exércitos e dos modelos que estou a montar e a pintar, e cada vez mais fico esclarecido acerca dos falsos mitos existentes sobre o comportamento dos vários países que intervieram nas Guerras, pois nem sempre a história foi justa com os vencidos e graças às novas fontes e desenvolvimentos de novas tecnologias, essa mesma história está a ser reescrita, aproximando-se mais das verdades dos factos e fazendo justiça àqueles outrora esquecidos.
É sempre bom ter um ponto de encontro (mesmo virtual) ou alguém com quem conversar e pedir ajudas e conselhos acerca do hobby, conhecer novidades, livros, etc. - penso ter encontrado um excelente espaço para isso aqui no Blog da BT (BBT).
JMM